Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Valor da produção de grãos atinge R$ 55,9 bilhões em 2007, diz IBGE

RIO - A área plantada por culturas de cereais, leguminosas e oleaginosas no ano passado atingiu 45.927.500 hectares no Brasil, um crescimento de 20,5% em relação a 2000, de acordo com dados da Pesquisa Agrícola Municipal - Cereais, Leguminosas e Oleaginosas 2007, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O principal motor deste crescimento foi a expansão da fronteira agrícola na direção do Centro-Oeste, que registrou ampliação de 62,8% da área plantada neste período. No mesmo período, a produção de grãos no país avançou 59,3%, para 133,3 milhões de toneladas, evidenciando importante aumento de produtividade.

Valor Online |

A apreciação dos grãos nos mercados internacionais elevou no ano passado o valor da produção brasileira em 36,5% na comparação com 2006, para R$ 55,9 bilhões. Apesar do aumento, o efeito da queda do dólar ainda não permitiu que fosse atingido o patamar de 2004, quando a safra rendeu R$ 63,4 bilhões aos produtores.

O principal destaque da safra de 2007 foi o milho, que teve safra de 51,846 milhões de toneladas, uma elevação de 21,5% em relação à colheita do ano anterior. A soja continuou como o grão mais produzido no país, com uma safra de 58,038 milhões de toneladas. Outro produto que apresentou recuperação da produção em 2007 foi o algodão herbáceo, com crescimento de 41,4% em relação a 2006, para 2,499 milhões de toneladas.

Entre os Estados brasileiros, a liderança na produção de cereais, leguminosas e oleaginosas foi do Paraná, que contribuiu com 21,8% da produção nacional, seguido por Mato Grosso, com 18,2%, e Mato Grosso do Sul, com 18,1%.

Entre os municípios, a liderança coube a Sorriso, no Mato Grosso, que produziu 2,5 milhões de toneladas de grãos, quase 1 milhão e toneladas a mais que Sapezal, também no Mato Grosso. Em termos de valor da produção, a liderança é de São Desidério, município baiano líder nacional na produção de algodão herbáceo e destaque ainda na produção de soja e milho, com R$ 963 milhões, 46,1% acima do resultado de 2006.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG