Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vale propõe licença com 50% de salário para manter empregos até maio

SÃO PAULO - A Vale apresentou hoje aos sindicatos de mineração de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul proposta de licença remunerada para garantir empregos na empresa até 31 de maio deste ano. A remuneração no período seria de 50% do salário base, garantido o piso de R$ 856,00.

Valor Online |

A proposta, que segundo a Vale é inédita no país, visa manter os níveis de emprego enquanto a companhia ganha tempo para organizar sua produção em diferentes minas, "de forma a se adequar à realidade de mercado".

De acordo com a Vale, a licença com garantia temporária de emprego prevê a manutenção de benefícios como assistência médica, previdência complementar, cartão-alimentação no valor de R$ 220,00 mensais, reembolso creche, reembolso escola e material escolar, seguro de vida, entre outros.

Para obter tal licença, os empregados precisam ser vinculados aos sindicatos que aceitarem a proposta, tanto os que vierem a entrar de licença remunerada quanto os que continuarem em atividade. A empresa também se compromete a avisar com 15 dias de antecedência a data de início da licença, bem como de eventual interrupção.

"Proposto pela primeira vez no Brasil, este tipo de acordo já acontece em vários países, inclusive com o subsídio de governos, que assumem uma parte dos dispêndios do acordo. No caso da Vale, a empresa arcará integralmente com os custos, num esforço para evitar novas demissões de empregados, que compõem uma mão-de-obra treinada e altamente qualificada."
(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG