RIO - A Vale anunciou que pagará juros adicionais aos detentores de notas obrigatoriamente conversíveis em American Depositary Receipts (ADRs) e com vencimento em 15 de junho de 2010. As notas foram emitidas pela subsidiária Vale Capital Ltd.

em duas séries, RIO e RIO P.

Os detentores receberão juros adicionais em dólares americanos equivalentes aos dividendos e/ou juros sobre capital próprio (líquidos de tributos e despesas aplicáveis) recebidos pelos detentores de um ADR - representante de uma ação ordinária/preferencial da Vale, RIO/RIOPR - multiplicado pelo número de ADRs que seriam recebidos caso as notas tivessem sido convertidas em ADRs, de acordo com a conversão especificada no prospecto (ajustada pelo desdobramento de ações aprovado em agosto de 2007).

"Por isso, a aprovação pelo nosso Conselho de Administração de distribuição de dividendos e/ou juros sobre capital próprio, conforme anunciado hoje, implica em pagamento de juros adicionais aos detentores das notas", diz a nota divulgada pela Vale.

Os detentores das notas da série RIO receberão juros adicionais de R$ 1,187165 por nota, enquanto os detentores das notas da série RIO P receberão R$ 1,409004 por nota. Esses montantes em reais serão convertidos em dólares americanos de acordo com a taxa de câmbio real/dólar americano vigente em 31 de outubro de 2008.

Os juros adicionais serão pagos aos detentores das notas registrados junto ao Bank of New York, em 23 de outubro de 2008, e este banco efetuará o pagamento aos detentores das notas em 7 de novembro de 2008.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.