Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vale exportará fertilizante do Peru para mercado latino-americano

A brasileira Vale do Rio Doce exportará, para o mercado latino-americano, fertilizantes de uma fábrica de fosfatos no Peru, cuja construção foi iniciada nesta sexta-feira, com investimento de US$ 479 milhões, de acordo com diretores da companhia.

AFP |

A empresa espera concluir a construção da unidade em 2010 para exportar, inicialmente, rocha fosfórica, usada para elaborar fertilizantes fosfatados.

O material sairá de um porto de embarque que será construído a 40 km de sua jazida de fosfatos Bayóvar, na região Piura (norte).

"Na primeira fase, contempla-se a produção de quase 4 milhões de toneladas de fosfatos, que irão, principalmente, para o mercado brasileiro", disse à imprensa o diretor de produtos não-ferrosos da Vale, Tito Martins, após o lançamento da pedra fundamental na cidade de Sechura, em Piura.

Martins declarou que, durante os dois anos de construção do projeto, serão gerados mais de 2.000 empregos, entre diretos e indiretos, com prioridade para mão-de-obra local.

Ele anunciou ainda que será construída uma estrada de 40 km (para o escoamento da produção), uma faixa transportadora de 5 km (no cais) e o silo de rocha fosfórica para o embarque.

A Vale do Rio Doce (CVRD) ganhou, em 2005, a concessão da jazida de fosfatos Bayóvar, onde, segundo dados do governo peruano, existem reservas de 238 milhões de toneladas.


Leia tudo sobre: vale

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG