Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vale encomenda 12 navios para fazer rota entre Brasil e China

Rio de Janeiro, 4 ago (EFE).- A Vale encomendou à Rongsheng Shipbuilding and Heavy Industries, da China, a construção de 12 navios graneleiros que integrarão sua própria rota de transporte de ferro do Brasil até o país asiático, informou hoje a mineradora.

EFE |

Segundo um comunicado enviado pela Vale à Bolsa de Valores de São Paulo, será feito um investimento na frota de US$ 1,6 bilhão.

Cada embarcação terá capacidade de carga de 400 mil toneladas. O primeiro navio será entregue em 2001 e os demais a partir de 2012.

"Os navios têm alto padrão de segurança e contribuirão para reduzir o custo de transporte transoceânico de minério de ferro para as empresas siderúrgicas", destacou a empresa.

A Vale é a segunda maior empresa mineradora do mundo e a maior exportadora mundial de minério de ferro. A China é seu principal cliente.

"Uma infra-estrutura logística altamente eficiente constitui-se em elemento-chave para a competitividade no mercado de minério de ferro", ressalta o comunicado.

Segundo especialistas e executivos da própria companhia, os custos de fretes marítimos saltaram nos últimos anos, puxados pela alta dos preços dos combustíveis e por uma forte demanda de serviços de transporte, especialmente em países emergentes como a China.

A Vale explicou que está desenvolvendo várias iniciativas para alcançar economias de escala e elevar sua eficiência nas operações ao máximo.

Isso inclui o uso de trens mais longos, com 330 vagões e locomotivas mais eficientes, nas próprias vias férreas de suas minas e a criação desse serviço de frete marítimo entre Brasil e Ásia, região que contribuirá com a maior parte do crescimento da demanda de minério de ferro.

Os gastos com frete marítimo são adicionais ao programa de investimento de US$ 59 bilhões que a Vale realizará entre 2008 e 2012.

"A linha de transporte dedicada (a rota) Brasil-Ásia terá 18 grandes navios graneleiros, com capacidade total de 7,1 milhões de toneladas" e transportará 30,2 milhões de toneladas métricas de minério de ferro por ano entre os dois pontos, o que equivalerá a 31% dos embarques entregues para a China em 2007, explicou a Vale.

Em maio de 2007, a mineradora já tinha anunciado outros contratos similares para quatro navios de 300 mil toneladas cada um e a conversão de um petroleiro de 290 mil toneladas para seu uso no transporte de mineral a granel.

A empresa também conta com três cargueiros do tipo capesize, modelo com capacidade para carregar entre 100 mil e 170 mil toneladas. EFE ol/wr/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG