A mineradora Vale fechou na última sexta-feira um acordo salarial com seus funcionários no Brasil. Segundo a proposta aceita pelos 15 sindicatos de trabalhadores da Vale, o reajuste salarial será de 7% em 2009 e 2010.

Os funcionários terão um abono de R$ 1,2 mil neste ano e no ano que vem, segundo o diretor do Sindicato Metabase Inconfidentes de Congonhas e Mariana, José Antonio Pinto de Freitas. O cartão alimentação de R$ 220 passará para R$ 320 em 2009 e R$ 350 em 2010; o piso salarial sairá de R$ 860 para R$ 930 em 2010, mas chegará a R$ 1 mil em novembro do ano que vem.

O auxílio para material escolar de dependentes deixará de existir a partir de 2010, segundo Freitas. De acordo com ele, a proposta dos empregados era de reajuste de 15% no salário. Mesmo assim, ele disse que acordo "poderia ter sido pior" porque os trabalhadores esperavam que a companhia cortaria o auxílio creche e o auxílio educacional. O próximo passo nas negociações entre empresa e funcionários será definir a participação nos lucros da companhia. Segundo Freitas, os trabalhadores pedirão 8% do lucro líquido, sendo 4% linear e os restantes 4% proporcionais de acordo com o salário de cada um. "Esta discussão ocorrerá ainda este ano, e o pagamento será feito em fevereiro de 2010", disse.

Navios

A Vale encomendou 16 navios da China, cada com capacidade para 400 mil toneladas, disse o diretor global do negócio de minério de ferro, Renato Neves, em Londres. O primeiro navio será entregue até o final de 2010 e o restante durante 2011, disse Neves. Segundo ele, a aquisição deverá "reduzir nossos custos (de embarque de minério de ferro) do Brasil para a China", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.