Tamanho do texto

Os Sindicatos dos Trabalhadores da Indústria de Extração de Ferro e Metais Básicos (Metabase) de Mariana e de Congonhas, na região central do Estado de Minas Gerais, informaram nesta terça-feira que a Vale irá conceder férias coletivas para os trabalhadores da mina de Fábrica, em Congonhas, a partir do dia 16 de fevereiro pelo período de um mês. Nesta mina, conforme o sindicato, atuam 1,7 mil empregados.

Uma parte destes funcionários, segundo o Metabase, deverá ser remanejada para as minas de Vargem e do Pico, mas não há confirmação do número de empregados que terão descanso remunerado. A Vale informou, por meio da assessoria de comunicação, que não confirma a concessão de férias coletivas por mina.

Em Mariana, conforme o Metabase, as férias deverão envolver outros 265 funcionários da mina de Fazendão, a partir de 21 de fevereiro, com volta prevista para março. O sindicato informou ainda que mais 125 trabalhadores da mina do Andrade, arrendada pela Vale e localizada a 80 quilômetros de Itabira, também entraram em férias ontem.

Desde dezembro do ano passado, em função da retração da demanda por minério e produtos siderúrgicos, a companhia concedeu férias coletivas a 5 mil trabalhadores em todo o mundo, sendo que 80% deste contingente está em Minas Gerais.

Ontem, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, relativo aos dados de dezembro, Minas Gerais foi o segundo Estado com maior número de demissões, atrás apenas de São Paulo, e atingiu um total de 88 mil trabalhadores. A região metropolitana de Belo Horizonte, concentrou a maior parte dos demitidos, com aproximadamente 25% do total, ou 21 mil trabalhadores.

Por conta das demissões que vêm sendo realizadas em diversas regiões do Estado, os trabalhadores vinculados ao Metabase Inconfidentes, que atua nas regiões de Congonhas e Ouro Preto pretendem realizar uma manifestação em Congonhas amanhã, às 16 horas, reunindo trabalhadores de outros municípios da região como Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, São Brás do Suaçuí, Entre Rios de Minas, além de delegações de Ouro Branco e Ouro Preto. Desde o ano passado, o Metabase Inconfidentes registrou a homologação de mais de 900 demissões entre trabalhadores da área de mineração na região. Entre estes estão 150 funcionários das minas da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Vale e Gerdau-Açominas.

Leia mais sobre emprego