Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vale compra ativos de minério de ferro e potássio da Rio Tinto

SÃO PAULO - A mineradora Rio Tinto assinou acordos definitivos para vender para a brasileira Vale ativos de potássio não desenvolvidos, a maioria compreendendo o projeto Potasio Rio Colorado (PRC) na Argentina, a mina de minério de ferro em Corumbá, no Brasil, e operações de logística no Paraguai. O negócio está avaliado em US$ 1,6 bilhão.

Valor Online |

"Esta transação demonstra a profundidade e qualidade de nosso portfólio de ativos e nossa capacidade de destravar valor para os acionistas apesar de condições econômicas e mercados de crédito difíceis", declarou o diretor financeiro da Rio Tinto, Guy Elliott. "Este é um passo muito positivo em direção ao nosso compromisso para reduzir o endividamento em US$ 10 bilhões em 2009", acrescentou.

Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Vale informa do contrato com a Rio Tinto visando a aquisição, "mediante pagamento à vista, de ativos de minério de ferro e potássio". Serão desembolsados US$ 750 milhões pelos ativos de minério de ferro e US$ 850 milhões pelos depósitos de potássio, totalizando assim o US$ 1,6 bilhão.

A empresa brasileira salienta que a compra de Corumbá esta sujeita à aprovação de órgãos do governo do país.

Na nota da Rio Tinto, a operação relacionada com ativos de potássio, compreendendo a PRC e a exploração do projeto Regina, no Canadá, deve ser concluída em fevereiro. Corumbá deve estar fechada quando foram obtidos os avais necessários, mas existe a previsão de compleição no segundo semestre deste ano.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG