Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

USP cria curso para impulsionar expansão do agronegócio

São Paulo - Acompanhando o movimento de expansão do agronegócio - que em 2008 deve ter uma safra recorde de mais de 145 milhões de toneladas de grãos -, a Universidade de São Paulo (USP) planeja lançar daqui cinco anos no mercado uma leva de novos profissionais capacitados para dar conta desse crescimento e criar novas tecnologias que possam manter o Brasil em posição de liderança. A carreira, inédita no País em nível de graduação, é a Engenharia de Biossistemas, que inicia em 2009 com 60 vagas na Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, em Pirassununga, interior de São Paulo.

Agência Estado |

Para sua implantação, a USP está gastando R$ 5 milhões. O engenheiro agrícola Celso Eduardo Lins de Oliveira, coordenador do curso, espera que no primeiro ano a procura fique em torno de 6 a 10 candidatos por vaga.

Inscrições - Cerca de 135 mil jovens inscreveram-se para o vestibular da Fuvest 2009. No exame anterior, foram 141 mil. A primeira fase será no dia 23 de novembro. Os vestibulandos que não fizeram a entrega da ficha de inscrição ontem, que era o último dia, têm nova chance hoje. Mas só quem pagou a taxa do vestibular até o dia 10 pode entregar a documentação no Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, na capital paulista, das 10h às 16h30. Deverá ainda pagar uma multa de R$ 10 na agência do Banco Santander do campus.

O coordenador do posto de inscrição na Pontifícia Universidade Católica (PUC), Edson Vargas, disse que a exigência do Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos candidatos para a inscrição deste ano causou a maior parte dos contratempos. Alguns vestibulandos arriscaram e levaram o documento dos pais. A inscrição foi aceita, mas o número próprio de CPF deve ser providenciado até o fim da semana. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG