Tamanho do texto

O Metrô de SP promete anunciar até o final do mês um novo método de locação das bicicletas, desta vez sem a obrigatoriedade do cartão de crédito. Logo nos primeiros dias, chegou-se à conclusão de que a exigência era o principal entrave à utilização do serviço, sobretudo para a população mais carente.

A companhia chegou a reduzir o valor da caução para grupos familiares de quatro pessoas, depois de constatar que o valor cobrado inicialmente (R$ 350 por bicicleta) demandava limite de crédito mais alto.

Desde a semana passada, a caução da segunda bicicleta para grupos familiares sai por R$ 50. Ainda assim, os responsáveis pelo projeto consideraram que era preciso criar um método alternativo de locação. Embora ele ainda não tenha sido definido, tudo indica que será oferecida a possibilidade de um cadastro prévio, mediante a apresentação de um comprovante de endereço, por exemplo. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.