BRASÍLIA - O nível de utilização da capacidade da indústria brasileira se manteve estável em fevereiro, em 80,4%, em termos dessazonalizados. A taxa coincide com aquela apurada um mês antes.

BRASÍLIA - O nível de utilização da capacidade da indústria brasileira se manteve estável em fevereiro, em 80,4%, em termos dessazonalizados. A taxa coincide com aquela apurada um mês antes. Em fevereiro de 2009, o indicador ficou em 78,2%. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a estabilidade verifica-se também no índice original, sem ajuste, que se situou em 78,6%. Em relatório, a entidade destaca que, apesar do processo de recuperação da atividade, a utilização da capacidade instalada da indústria ficou inalterada no mês de fevereiro e acabou 0,8 ponto percentual abaixo do nível de dezembro de 2009 (81,2%). De 19 setores analisados, 16 apresentaram uso de capacidade maior, com destaque para Metalurgia básica, que saiu de 70% em fevereiro de 2009 para 83,2% neste calendário. Este foi um dos setores que mais encolheu durante a crise. (Azelma Rodrigues | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.