Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Usina de Santo Antônio é multada em R$ 7,7 mi pelo Ibama

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) multou em R$ 7,7 milhões o consórcio Mesa, liderado pelas empresas Odebrecht e Furnas, pela morte de 11 toneladas de peixes no Rio Madeira, em Rondônia, onde as empresas estão construindo a usina hidrelétrica de Santo Antônio. Em nota, o Ibama explicou que, no dia 10 de dezembro, uma equipe do setor de fauna, da superintendência do Ibama em Rondônia, foi até o canteiro de obras da usina para acompanhar as atividades de translocação de peixes com o início da construção das chamadas ensecadeiras (espécie de barramento feito no rio para secar parte do leito para construção de outras etapas da obra).

Agência Estado |

Na oportunidade, segundo o Ibama, a equipe verificou que os peixes apresentavam problemas que poderiam comprometer sua sobrevivência. Os técnicos do Ibama, segundo a nota, deram algumas orientações sobre procedimentos que deveriam ser adotados para salvar os peixes. Mas, constatou, ao retornar ao canteiro, no dia 12 de dezembro, que "algumas toneladas de peixes estavam mortos" e outros peixes foram morrendo nos dias subseqüentes, "sem qualquer alteração positiva no procedimento de translocação". A assessoria do Ibama disse que ainda cabe recurso da multa.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG