Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Uruguai elogia fim de restrição brasileira a importações

Montevidéu, 29 jan (EFE).- O Governo uruguaio mostrou-se hoje de acordo com a decisão brasileira de suspender a polêmica restrição às importações, embora tenha minimizado sua importância e efeitos reais sobre a troca bilateral entre os dois países.

EFE |

Em declarações à emissora de rádio "El Espectador", o diretor de Assuntos Econômicos, Integração e Mercosul da Chancelaria uruguaia, Walter Cancela, disse que ela se tratava de "uma medida inócua do ponto de vista do comércio exterior".

No entanto, ele ressaltou que seu Governo se "surpreendeu pela falta de aviso prévio" da medida, que "deveria ter sido comunicada" como parte das disposições do Mercosul, integrado pela Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

A medida aplicada na segunda-feira e suspensa ontem exigia uma licença prévia para a importação de 60% dos produtos adquiridos pelo Brasil no exterior.

Embora a razão alegada pelo Governo brasileiro tenha sido realizar um acompanhamento estatístico das mercadorias, analistas apontaram que ele se deveu ao crescente déficit do comércio exterior do Brasil, após a desvalorização do real em relação ao dólar.

A restrição foi suspensa na tarde de ontem e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu ao seu colega do Uruguai, Tabaré Vázquez, por telefone, que dera "ordem para revogar a medida". EFE jas/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG