Tamanho do texto

O Senado da Argentina aprovou nesta quarta-feira, transformando em lei, a expropriação das companhias Aerolíneas Argentinas (AA) e Austral, empresas com controle repassado ao Estado depois do calote dado pelo grupo espanhol Marsans, deixando uma dívida de 890 milhões de dólares.

dm/ls/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.