O PDG da montadora americana Chrysler, Robert Nardelli, disse nesta terça-feira que sem uma ajuda imediata do governo federal, o grupo não terá um nível de liqüidez suficiente para prosseguir com suas funções normais.

aa/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.