Tamanho do texto

Os conselhos de administração das companhias aéreas americanas United Airlines e Continental Airlines aprovaram a fusão das duas empresas em um negócio de valor superior a US$ 3 bilhões. O anúncio é esperado para a manhã de hoje, segundo fontes próximas às negociações.

Os conselhos de administração das companhias aéreas americanas United Airlines e Continental Airlines aprovaram a fusão das duas empresas em um negócio de valor superior a US$ 3 bilhões. O anúncio é esperado para a manhã de hoje, segundo fontes próximas às negociações. Com a fusão, poderá ser criada a maior companhia aérea do mundo. As empresas teriam concordado em um esquema de troca de 1,05 ação da United para cada ação da Continental, em um negócio que envolverá apenas ações. Baseado no preço dos papéis da United da última sexta-feira, de US$ 21,83, a empresa pagaria US$ 3,2 bilhões pela Continental. Os acionistas da United teriam cerca de 53% da nova empresa. Segundo os termos em discussão, o presidente da United, Glenn Tilton, tornaria-se presidente do conselho da nova empresa. Já o presidente da Continental, Jeff Smisek, se tornaria o principal executivo no dia a dia da companhia, que usaria a marca United.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.