A United Airlines (UAL) e a Continental Airlines anunciaram um acordo de fusão que vai criar a maior empresa aérea do mundo em receita. O acordo, que as duas empresas descreveram como uma fusão de iguais, será baseado em um swap (troca) de ações sem prêmio.

A United Airlines (UAL) e a Continental Airlines anunciaram um acordo de fusão que vai criar a maior empresa aérea do mundo em receita. O acordo, que as duas empresas descreveram como uma fusão de iguais, será baseado em um swap (troca) de ações sem prêmio. Cada 1,05 ação da UAL será trocada por uma ação da Continental, o que dará aos acionistas da UAL 55% da nova companhia. Com a fusão, a nova companhia, que vai conservar o nome United, passará a ser 8% maior que a Delta Air Lines em tráfego aéreo, medido pelo número de voos e passageiros pagantes em todo o mundo, incluindo as afiliadas. A nova empresa comandará 22% dos assentos do mercado norte-americano, ante os 20% de participação da Delta, depois que a companhia passou a ficar no topo da lista com a aquisição, em 2008, da Northwest Airlines. A nova empresa aérea terá sede em Chicago e será dirigida pelo executivo-chefe da Continental, Jeff Smisek. A fusão pode ajudar a estabilizar as perdas recentes ocorridas no setor aéreo. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.