Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

United afirma que pode cancelar pedido de 42 aviões feito à Airbus

SÃO PAULO - Em um documento enviado à comissão de valores mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês), a United Air Lines afirma que poderá cancelar um pedido firme de compra de 42 aeronaves da família A320 da fabricante européia Airbus. Caso decida suspender o contrato, a companhia perderia o valor do depósito inicial de compra, de US$ 91 milhões.

Valor Online |

Atualmente, a companhia tem pedidos firmes para 23 unidades do modelo A319 e para 19 da versão A320. Segundo ela, é muito improvável que ainda venha a receber esses aviões. A preços de tabela atuais, o valor total dessas aeronaves pode chegar a US$ 3,3 bilhões.

A United acredita que é muito improvável que venha a receber essas aeronaves no futuro, e portanto acredita que será preciso abrir mão de US$ 91 milhões em depósitos iniciais de entrega, afirma a empresa em nota. Segundo ela, esses depósitos não são transferíveis, portanto não poderiam ser utilizados para amortizar outras compras.

Ainda assim, a mesma nota afirma que os pedidos continuam a figurar em seu total de recursos comprometidos em balanço, uma vez que a companhia não encerrou formalmente os pedidos. Num comunicado semelhante da empresa, enviado em maio à SEC, a United afirmava que havia entrado em acordo com a Airbus em janeiro de 2006 para adiar a entrega desses aviões, com direito a cancelamento.

A United, que havia escolhido a International Aero Engines (IAE) para fornecer os motores a jatos para seus Airbus, afirma no documento que também entrou em acordo com a fabricante para eliminar as provisões relacionadas a compromissos firmes e de suporte para os aviões que poderá deixar de receber.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG