O banco UniCredit convocou uma reunião extraordinária para amanhã com o objetivo de discutir a aprovação de medidas visando levantar, no mínimo, 5 bilhões de euros para reforçar a posição financeira da instituição. A reunião foi convocada em reação à turbulenta semana, na qual as ações do UniCredit registraram as maiores quedas em dez anos.

Os diretores do banco esperam aprovar neste domingo a redução de dividendos e um acordo para pagar os acionistas em ações.

Na tentativa de lidar com a crise, o UniCredit já anunciou seus planos de vender sua divisão de seguros na Turquia, e de girar parte do portfólio de bens imóveis do banco no valor de 1,8 bilhão de euros. A diretoria do banco informou que os acionistas serão convocados a votarem em todo o plano antes do final de dezembro.

Ao contrário de seus rivais na Europa o UniCredit está bem ancorado e não precisa refinanciar sua dívida até 2010. Entretanto, para alguns analistas, a decisão de expandir as operações do banco em outras regiões com investimentos de US$ 75 bilhões em menos de dois anos foi um pouco demais para uma instituição que até recentemente era puramente italiana. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.