São Paulo, 31 - A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) divulgou hoje sua primeira estimativa de produção para a safra 2010/11, que começa oficialmente amanhã. O total projetado para a nova safra é de 595,89 milhões de toneladas de cana processadas na Região Centro-Sul, representando aumento de 10% ante os 541,50 milhões de t previstos para a safra 2009/10, que termina hoje.

São Paulo, 31 - A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) divulgou hoje sua primeira estimativa de produção para a safra 2010/11, que começa oficialmente amanhã. O total projetado para a nova safra é de 595,89 milhões de toneladas de cana processadas na Região Centro-Sul, representando aumento de 10% ante os 541,50 milhões de t previstos para a safra 2009/10, que termina hoje. O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, alerta, contudo, que esse aumento da moagem deve ser avaliado com cautela porque a cana que vai estar disponível para produção de etanol e açúcar é aquela que foi deixada em pé na safra passada, quando a colheita foi severamente prejudicada pelo excesso de chuvas. Segundo ele, esse incremento na moagem previsto em 10% se deve ao elevado volume de cana bisada (que ficou em pé) e não a uma expansão de novas áreas. O diretor informa, ainda, que expansões de áreas apenas foram registradas em unidades novas localizadas em Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais. A expectativa é de que dez novas unidades iniciarão suas atividades na safra 2010/11, um volume bem inferior ao registrado nos últimos nos anos. Em 2007/08, 25 novas unidades entraram em operação, 30 em 2008/09 e 19 em 2009/10. <b>Açúcar e Etanol</b> Segundo a Unica, a produção de açúcar no Centro-Sul em 2010/11 deve crescer 19,1%, para 34,09 milhões de t. Já a produção de etanol deve aumentar 15,6%, para 27,39 bilhões de litros. Desse total, 20,14 bilhões de litros (+15,4%) serão de hidratado e 7,25 bilhões de litros (+16,2%) serão de anidro. O volume total de Açúcar Total Recuperável (ATR) projetado para o período é de 138,59 kg por tonelada de cana, com alta de 6,3% em relação ao registrado na safra anterior, mas ainda abaixo da média do Centro-Sul, que é de cerca de 142 kg/t de cana. A Unica estima que o mix de produção deverá ser 56,71% voltado para etanol e 43,29% para o açúcar, o que indica que a safra 2010/11 será ligeiramente mais açucareira do que a anterior, quando a cana direcionada para o açúcar foi de 42,57%. Do total de açúcar estimado para o Centro-Sul, o excedente exportável deve ficar em 24,3 milhões de t, com elevação de 15,7%. Já o excedente exportável de etanol deve cair 34,5%, para 1,8 bilhão de litros no período. Isso porque a Unica prevê que o consumo interno de etanol cresça 22,1%, para 25,59 bilhões de litros. A expectativa da Unica é de que até o fim da safra 2010/11 a frota de veículos flex, que hoje representa 40% do total, alcance 49%.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.