Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Unica lança campanha para melhorar imagem do etanol no Brasil

São Paulo- A indústria brasileira de álcool lançou nesta terça-feira uma campanha publicitária pela qual pretende mudar a concepção do consumidor brasileiro a respeito do biocombustível produzido no País. A nova comunicação do setor tem que ir além do é bom para o bolso, afirmou o presidente da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Marcos Sawaya Jank.

Agência Estado |

A iniciativa pretende divulgar os benefícios ambientais e sociais do álcool combustível, denominação que a indústria quer ver substituída pelo termo etanol. A Unica não divulgou o valor investido na campanha.

Sob a assinatura "Etanol: uma escolha inteligente", a campanha será veiculada em jornais, rede de televisão, tevês a cabo, cinemas, internet e rádio com foco em seis Estados e o Distrito Federal. São eles: Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia, Paraná e Santa Catarina. São Paulo, o maior mercado consumidor do País, foi deixado de fora por conta do alto índice de consumo de álcool no Estado. "A campanha tem dois focos. Um deles é incentivar o consumo de etanol, o outro é mudar a imagem que o consumidor tem do produto", explicou Jank.

Pesquisas de mercado realizadas no ano passado mostraram que o consumidor ignora informações relevantes sobre o etanol brasileiro, além de cultivar alguns "mitos", comentou José Eustachio, vice-presidente da Talent, agência que criou a campanha. "Queremos acabar com o estigma do álcool combustível da época do Proálcool. A idéia é que o consumidor se identifique com um combustível moderno, inteligente e com benefícios ambientais". O setor quer disseminar o termo etanol também nos postos de combustíveis e já pediu à Agência Nacional do Petróleo (ANP) que determine a mudança de nome nas bombas dos postos.

A campanha brasileira, que começa neste mês e prossegue até novembro, está sendo veiculada após iniciativas inéditas nos Estados Unidos e União Européia (UE), com foco em formadores de opinião. Nos EUA, anúncios foram veiculados na Flórida e Califórnia, estados favoráveis à eliminação da tarifa que incide sobre a importação de etanol, e em Washington DC. Segundo Jank, a campanha foi bem recebida, tornando-se assunto na mídia local e arrebanhando apoio da indústria de alimentos, que tem visto suas margens corroídas pela alta dos preços do milho, insumo do etanol americano. A campanha ocorreu no feriado da independência americana, 4 de julho, e deve voltar após as eleições para presidente.

Na UE, a campanha se concentrou no jornal European Voice, do grupo da revista The Economist, mídia conceituada entre os parlamentares europeus, que votam no mês que vem a diretiva que propõe a adição de 10% de etanol à gasolina no bloco.

Leia mais sobre etanol

Leia tudo sobre: etanol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG