Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Um quarto de chineses adiará compra de carro devido alta do petróleo

Xangai, 23 set (EFE).- Cerca de 25% dos clientes potenciais de carros no mercado chinês adiará sua compra perante o aumento do preço do petróleo, segundo um estudo de mercado da firma Nielsen que publica hoje os jornais Shanghai Daily.

EFE |

Segundo a pesquisa, 71% dos indagados não tinha carro no momento do estudo e ao redor de um terço estava considerando adquirir um, enquanto 22% assegurou que não estava interessado em comprar um automóvel.

A enquete aconteceu em junho, após um aumento nos preços da gasolina de 18%, entre mais de 1.500 consumidores das cidades mais importantes da China.

Segundo a pesquisa, os habitantes de Xangai são os menos afetados pelo aumento do preço do petróleo, já que 33% declarou que não afetaria seus planos de compra de veículos.

Os moradores de Pequim se mostram mais prudentes e a maioria adiaria a compra, enquanto 31% dos indagados em Cantão desistiu de adquirir um novo carro por culpa dos preços do petróleo.

As vendas de automóveis na China aumentaram no primeiro semestre do ano 14,2%, para 3,3 milhões de carros, abaixo das previsões de 20%. EFE alv/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG