Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE volta a acusar Microsoft de práticas monopolistas

Bruxelas, 17 jan (EFE).- A Comissão Europeia (CE, órgão executivo da União Europeia) voltou a acusar a Microsoft de práticas monopolistas por incluir o navegador Internet Explorer em seu sistema operacional Windows, razão pela qual ameaçou multar novamente a companhia americana.

EFE |

Em comunicado divulgado ontem à noite, a CE confirmou o envio de uma notificação à Microsoft relacionada a uma investigação antitruste (sobre práticas que restringem a livre concorrência).

Para o Executivo europeu, a Microsoft desequilibra o mercado dos navegadores de internet ao associar o Internet Explorer ao sistema operacional Windows, o que "debilita a inovação" e "reduz a capacidade de escolha do consumidor".

Segundo a CE, a associação entre os dois produtos oferece ao navegador uma vantagem de distribuição sobre seus concorrentes e contribui para que o Internet Explorer esteja presente em 90% dos computadores pessoais do mundo.

Agora, a Microsoft terá oito semanas para responder às acusações.

Se sua defesa não convencer, a CE pode impor uma nova multa à empresa, que se somaria às sanções de 497,2 milhões de euros e 280,5 milhões de euros aplicadas em 2004 e em 2006. EFE mvs/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG