Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE vê zona do euro em recessão, com EUA e Japão

A economia da zona do euro já está em recessão e ficará estagnada em 2009. Esse também é o destino dos demais países ricos.

Agência Estado |

A constatação é da Comissão Européia, que pressiona os governos não apenas para que salvem seus bancos, mas para que deixem as divergências de lado e elaborem planos de retomada de crescimento.

Na sexta-feira, o bloco se reúne para preparar a participação da UE na cúpula em Washington, no dia 15, que tentará estabelecer um plano financeiro. Até 2010, o bloco terá mais 2,7 milhões de desempregados.

Segundo o levantamento oficial de Bruxelas, Japão e Estados Unidos também entrarão em recessão. A economia americana vai recuar 1,5% em 2008 e 0,5% em 2009. Uma recuperação somente começará no fim do próximo ano. Até o déficit fiscal vai chegar a 9% do PIB em 2010. Já no segundo trimestre, o PIB dos 15 países da zona do euro recuou 0,2%. No terceiro trimestre, a queda foi de 0,1%.

Tecnicamente, a recessão ocorre quando existe recuo no crescimento por dois trimestres seguidos. Ontem, o índice de atividade industrial da zona do euro atingiu o nível mais baixo em 11 anos.

Segundo os dados da UE, a zona do euro crescerá apenas 0,1% em 2009, a pior taxa desde 1993. O bloco também refez a projeção para 2008. Com a crise, a economia européia não crescerá 1,5%, mas 1,2%. Em 2007, o crescimento havia sido de 2,7%.

A crise continuará em 2010, quando a economia européia crescerá apenas 0,9%. Em 2009, Irlanda, Espanha e Reino Unido vão continuar sofrendo retração do PIB. Já a economia da Alemanha, a maior da Europa, já está em recessão e vai se estagnar em 2009, o mesmo ocorrendo com França e Itália.

Os 27 países da UE também entrarão em recessão este ano, com quedas de 0,1% do PIB no terceiro e quarto trimestres. Em 2009, esses países vão crescer apenas 0,2%. Em 2010, 1,1%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG