A União Européia (UE) planeja impor um embargo total aos produtos alimentares procedentes da China considerados de risco para as crianças, depois do escândalo do leite contaminado por um produto químico no país asiático, informou a Comissão Européia.

As medidas, que devem ser aprovadas sexta-feira, vão impor um embargo total a todos os produtos chineses para crianças, independente da quantidade de leite que contenham, segundo um porta-voz da Comissão.

A UE vai adotar ainda um controle sistemático a todos os produtos alimentícios com mais de 50% de leite em pó, como biscoitos ou chocolates, e examinará os que já circulam no mercado europeu.

Os laticínios chineses já são objeto de um embargo na UE desde 2002.

ylf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.