Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE quer reforçar controle de riscos assumidos por bancos

A União Européia (UE) anunciou nesta quarta-feira medidas para reforçar a vigilância dos bancos e controlar melhor os riscos que assumem, em meio à crise financeira mundial que forçou o resgate estatal de vários estabelecimentos bancários em dificuldades.

AFP |

Entre as regras propostas por Bruxelas estão "limitar os empréstimos que um banco pode conceder" e" permitir às autoridades nacionais controlar a vigilância das atividades dos grupos bancários multinacionais".

Estas iniciativas, que devem ser aprovadas pelos 27 membros da UE e o Europarlamento, revisam uma legislação bancária européia relativa aos "fundos próprios regulatórios".

O texto tem por objetivo garantir a solidez financeira dos bancos e as empresas de investimento, exigindo que disponham de uma quantia determinada de recursos financeiros próprios para cobrir os riscos assumidos.

"As novas regras vão reforçar de maneira fundamental o marco regulatório que se aplica aos bancos da UE e seu sistema financeiro. É, estou convencido, uma resposta sensata e proporcional à crise financeira que atravessamos", disse o comissário europeu de Mercado Interno, Charlie McCreevy, ao apresentar as propostas.

A chegada da crise financeira à Europa provocou a nacionalização de vários bancos, entre eles o holandês belga Fortis e o grupo bancário e de seguros franco-belga Dexia.

mar/lm/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG