Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE proporá ao G-20 que FMI supervisione mercado global

A União Européia quer que o Fundo Monetário Internacional (FMI) assuma um papel central na supervisão dos mercados financeiros mundiais, afirmou a ministra de Finanças da França, Christine Lagarde, que presidiu uma reunião de ministros do bloco hoje pela manhã. Durante uma entrevista coletiva, Lagarde disse que a França está trabalhando em uma proposta do bloco para ser levada à reunião dos líderes das 20 maiores economias do mundo (G-20), agendada para 15 de novembro em Washington.

Agência Estado |

Em outubro, o presidente francês Nicolas Sarkozy falou sobre "relançar o capitalismo" e o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, cogitou que o FMI deveria incorporar a função de banco central mundial. Mas o bloco agora parece disposto a implementar um plano mais modesto, centrado na fiscalização mais rígida dos mercados financeiros e no aumento da cooperação internacional.

"Temos de melhorar a eficiência das nossas ações no FMI e de coordenar outras instituições, outros participantes e outros grupos", supervisionando os mercados financeiros, afirmou o comissário para assuntos econômicos e monetários da UE, Joaquin Almunia, durante entrevista coletiva. Ele acrescentou que os bancos europeus precisam voltar a emprestar dinheiro para empresas e consumidores como forma de recuperar a "economia real".

O desaquecimento econômico mundial está afetando todos os países da UE, apesar dos esforços de recapitalização dos bancos e dos pacotes de resgate idealizados pelos governos, segundo Lagarde, mas a queda na inflação abre espaço para cortes nas taxas de juros, o que pode impulsionar o crescimento econômico.

O mercado espera que o Banco Central Europeu reduza a taxa de juros em 0,5 ponto percentual na quinta-feira. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG