Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE prevê economia da zona do euro encolhendo e baixa inflação

BRUXELAS - A economia da zona do euro irá se contrair pela primeira vez este ano e crescerá pouco em 2010, enquanto a inflação permanecerá abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE), previu a Comissão Europeia nesta segunda-feira.

Redação com agências |

A Comissão informou que o Produto Interno Bruto (PIB) nos 16 países que usam o euro deve encolher 1,9% cento em 2009, e crescer somente 0,4% em 2010.

A inflação anual deve ser de 1,0% em 2009 e 1,8% em 2010.

Já o déficit público vai chegar a 4%, segundo a CE.

O organismo atribui a queda no PIB a fatores como o agravamento das turbulências financeiras e a desaceleração global.

Por sua vez, o comissário de Assuntos Econômicos e Monetários da UE, Joaquín Almunia, se mostrou otimista quanto aos efeitos das medidas adotadas para estabilizar os mercados financeiros.

Almunia ainda disse que a economia poderá dar sinais de recuperação já no segundo semestre de 2009.

Entretanto, a CE reconhece que o mercado de trabalho está sofrendo com a queda de atividade. Segundo Bruxelas, a taxa de desemprego na zona do euro poderá chegar a 9,3% na zona do euro e a 8,7 na UE, em 2009. Para 2010, a previsão é que os índices cheguem a 10,2% e 9,5%, respectivamente.

(Com informações da Reuters e EFE)

Leia mais sobre Europa

Leia tudo sobre: europa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG