Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE pode se tornar maior importador mundial de açúcar

Londres, 29 - A reforma do regime açucareiro da União Européia pode expor os consumidores do bloco a uma volatilidade na oferta, alertou hoje a empresa britânica Czarnikow. A situação será provocada porque a partir de outubro a UE deve se tornar o maior importador global de açúcar.

Agência Estado |

Tradicionalmente, a UE é um exportador de açúcar branco subsidiado, mas desde que a reforma reduziu a produção de açúcar do bloco para aproximadamente 13 milhões de toneladas anuais, não há mais cota de exportações subsidiadas. Anteriormente, a produção era de cerca de 19 milhões de toneladas.

Conseqüentemente, a dependência da UE das importações sob acordos preferenciais alcançará cerca de 3,2 milhões de toneladas anuais, segundo a Czarnikow.

"Enquanto não há dúvida de que está faltando açúcar no mercado da UE, é interessante notar que a demanda por importação do bloco foi um fator-chave que levou a um aumento histórico nos preços mundiais em 1974", afirmou a empresa. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG