Bruxelas, 10 mai (EFE).- A ministra do Meio Ambiente espanhola, Elena Espinosa, disse hoje que não tem "absolutamente preocupação alguma" sobre o efeito que a negociação de um acordo de associação entre a União Europeia (UE) e o Mercosul possa ter na agricultura da Europa.

Bruxelas, 10 mai (EFE).- A ministra do Meio Ambiente espanhola, Elena Espinosa, disse hoje que não tem "absolutamente preocupação alguma" sobre o efeito que a negociação de um acordo de associação entre a União Europeia (UE) e o Mercosul possa ter na agricultura da Europa. Elena declarou à imprensa, na sede do Parlamento Europeu, que seu temor é "zero" diante da possibilidade de que a UE e o bloco sul-americano restabeleçam as discussões, estagnadas desde 2004, para o pacto, já que, por enquanto, "não há nada em cima da mesa". A Espanha, como presidente de turno da UE, pretende que, na cúpula UE - América Latina e Caribe, que acontecerá em Madri nos dias 17 e 18, seja impulsionado um compromisso para concluir um tratado em um futuro próximo com o Mercosul. A ministra espanhola disse que, na reunião, é possível que haja um "acordo político" para iniciar negociações e acrescentou que durante a Presidência espanhola somente será abordado o começo das discussões, mas seu conteúdo não será "modelado em um papel". "Não tenho absolutamente preocupação alguma; quando começar (a negociação com Mercosul), falaremos". As conversas entre a UE e o Mercosul foram congeladas precisamente por divergências sobre agricultura. Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai querem mais concessões neste âmbito. EFE ms/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.