Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE impõe novas sanções ao Irã por programa nuclear

Bruxelas, 8 ago (EFE) - A União Européia (UE) aprovou novas sanções contra o Irã, principalmente de tipo econômico, dentro do marco estabelecido pela ONU para penalizar o país pelo programa nuclear que desenvolve. A decisão, divulgada hoje, amplia as restrições estipuladas pelos 27 países do bloco anteriormente e fará com que os países da UE limitem o apoio público a empresas européias que façam comércio com o Irã. Além disso, os Estados-membros supervisionarão mais cuidadosamente os grupos financeiros que têm acordos com bancos iranianos, especialmente com o Saderat. A decisão supõe também a imposição de novas inspeções em aviões e navios que viajem para o Irã ou que venham do país, especialmente os das companhias Iran Air Cargo e Islamic Republic of Iran Shipping Line, para assegurar que não se introduzem produtos de contrabando no país. Desde junho, as entidades bancárias iranianas não podem ter atividades econômicas na UE, devido às sanções do bloco. Além disso, várias pessoas relacionadas com os programas iranianos de enriquecimento nuclear e desenvolvimento de mísseis balísticos são proibidas de entrar nos países do bloco. Na última quarta-feira, os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido e China) e Alemanha concordaram em promover novas sanções contra o Irã no marco das Nações Unidas perante a recusa em abandonar o programa nuclear. As sanções impostas hoje pela UE se baseiam...

EFE |

EFE mvs/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG