Os países da União Européia (UE) acertaram nesta terça-feira, em Luxemburgo, aumentar de 20.000 a pelo menos 50.000 euros a garantia dos depósitos nos bancos do bloco.

O compromisso foi alcançado na reunião de ministros das Finanças dos 27 e tem como objetivo tranqüilizar os correntistas frente à crise financeira.

"Os Estados estão de acordo em aumentar a proteção dos depósitos de particulares para um montante de pelo menos 50.000 euros, sabendo que vários Estados membros estão determinados a elevar essa cobertura a 100.000 euros", segundo o texto divulgado.

bur-mar/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.