Bruxelas - O presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Durão Barroso, e o presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, anunciaram hoje que aumentarão sua cooperação para evitarem que as crises do gás com a Rússia se transformem em um evento anual.

A UE está disposta a facilitar o acesso da Ucrânia ao acordo energético da CE e apoia a realização de uma conferência no dia 23 de março em Bruxelas para estudar como melhorar o trânsito de gás por território ucraniano, afirmou Barroso ao final de um encontro com Yushchenko.

Por outro lado, o presidente ucraniano disse que a recente crise do gás que afetou vários países da CE não foi um problema de passagem, mas de fornecimento.

Leia mais sobre: gás

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.