Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE e eurozona ficarão perto da estagnação em 2009, diz Comissão

SÃO PAULO - A União Européia deve ter crescimento de 1,4% em 2008, metade do registrado no ano passado, e deve registrar expansão ainda mais modesta em 2009, de 0,2%, antes de verificar uma recuperação gradual em 2010, quando a economia da região deve ter aumento de 1,1%. Na zona do euro, o crescimento deve ficar em 1,2% este ano, abrandar para 0,1% em 2009 e retomar ligeiramente a trajetória de expansão em 2010, com avanço de 0,9% da economia. Em 2007, as economias dos países unidos pelo euro registraram ampliação de 2,7%.

Valor Online |

As previsões da Comissão Européia mostram que as economias do bloco europeu sentem o impacto da crise financeira, que está agravando a correção no mercado imobiliário em várias economias em um momento em que a demanda externa está recuando rapidamente.

"Ao mesmo tempo que medidas importantes para estabilizar os mercados financeiros começaram a restaurar a confiança, a situação continua precária e os riscos, significativos. Como conseqüência, o emprego deve subir apenas marginalmente em 2009-2010 depois das 6 milhões de vagas criadas em 2007-2008", destacou a Comissão Européia em nota em sua página eletrônica.

O organismo notou, contudo, uma redução nas pressões inflacionárias uma vez que o preço do petróleo caiu. "O horizonte econômico obscureceu significativamente, com a economia da União Européia afetada pela crise financeira", salientou.

A perspectiva continua afetada pela incerteza considerável sobre as perdas com crédito e a escala dessas perdas e o consumo deve permanecer contido nessa época de incertezas.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG