Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE diz que Gazprom rejeitou acordo para solucionar crise do gás

Bruxelas - A União Européia (UE) anunciou nesta quinta-feira que a Gazprom rejeitou um acordo que já tinha alcançado com a Ucrânia para o envio de observadores europeus que controlariam o fornecimento de gás para a Europa.

EFE |

 


Clique para ver o infográfico


"Os russos não têm nenhuma razão para rejeitar esta proposta", afirmou o ministro de Indústria e Comércio tcheco, Martin Rimam, na entrevista coletiva em que anunciou a falta de acordo após um intenso dia de negociações em Bruxelas.

A principal razão para o desacordo é a exigência da Gazprom de que haja observadores russos na Ucrânia, segundo o comissário europeu de Energia, Andris Piebalgs.

Piebalgs acrescentou que este ponto deve ser resolvido bilateralmente entre Kiev e Moscou, sem intervenção da UE.

O primeiro-ministro tcheco e presidente rotativo da UE, Mirek Topolanek, está tratando a questão com o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, afirmou Rimam.

Leia mais sobre gás

Leia tudo sobre: gás

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG