Os líderes da União Européia (UE) se reúnem nesta sexta-feira em Bruxelas para sentar as bases de uma reforma do sistema financeiro mundial, com um plano de ação concreto e a esperança de que a chegada do democrata Barack Obama à presidência dos EUA os ajude em sua missão.

Convocado pelo chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy, presidente em exercício da UE, o encontro informal tem como objetivo preparar a cúpula do G20 de países industrializados e economias emergentes marcada para 15 de novembro em Washington.

As discussões serão apoiadas em um documento da presidência francesa que estabelece os grandes eixos da posição da UE, como uma maior regulação e uma maior transparência dos mercados, assim como um papel preponderante do Fundo Monetário Internacional (FMI) nessa nova arquitetura.

Leia também

Para saber mais

Serviço 

Opinião

Leia mais sobre crise financeira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.