A União Européia acordou, nesta sexta-feira, desbloquear a ajuda de 1 bilhão de euros (1,25 bilhão de dólares) em três anos, prometida em julho para agricultores de países em desenvolvimento, disseram fontes diplomáticas, em Bruxelas.

O acordo prevê uma ajuda escalonada em três etapas, no período 2008-2010, explicaram as fontes, com um primeiro pagamento de cerca de 270 milhões de euros para acontecer ainda em 2008.

O objetivo é ajudar os países em desenvolvimento a aumentar sua produção agrícola, mediante o financiamento da compra de sementes e adubo.

A idéia inicial era tirar essa quantia dos montantes não utilizados da Política Agrícola Comum (PAC), mas Alemanha e outros países da UE se negaram a utilizar esses fundos para ações fora do território da UE.

Os ministros de Orçamento da UE se viram, assim, obrigados a usar fundos provenientes de diversas origens.

Uma parte da ajuda será tirada dos valores previstos para as ações da UE no exterior, outra virá da reserva para ajudas de urgência, e o restante, do recurso chamado "flexibilidade", que permite à UE enfrentar necessidades imprevistas.

csg/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.