sucessos do euro - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UE celebra 10 anos de sucessos do euro

Estrasburgo (França), 13 jan (EFE).- As principais autoridades econômicas da União Européia e os grandes grupos do Parlamento Europeu destacaram hoje o sucesso do euro, em ocasião de 10º aniversário de sua moeda e sublinharam as vantagens que ele ofereceu à Europa contra a crise econômica.

EFE |

A estabilidade e a credibilidade da divisa, o controle da inflação e o impulso ao comércio foram alguns dos principais benefícios listados pelos líderes, que advertiram, no entanto, da necessidade de seguir trabalhando perante os grandes desafios que se apresentam.

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, afirmou que o euro ofereceu aos cidadãos "um nível de estabilidade dos preços que só alguns países da região conheciam", protegeu "a renda e a economia e contribuiu para reduzir os custos de financiamento", além de "ajudar a criação de emprego e prosperidade".

"A crise demonstrou que é melhor atravessar a tempestade financeira em uma grande embarcação do que em um pequeno barquinho", acrescentou.

Para Trichet, até agora é possível "estar orgulhoso da reação das autoridades, dos Parlamentos, dos Governos e os é bancos centrais da Europa".

"Juntos, demonstramos que a Europa capaz de tomar decisões, inclusive nas situações mais difíceis", ressaltou.

Na mesma linha, o presidente do Eurogrupo e primeiro-ministro de Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, disse que os Governos e instituições da Europa demonstraram capacidade para iniciar "medidas macroeconômicas acertadas" e disse confiar que o euro será "uma fortaleza para o futuro".

Apesar disso, previu em seu discurso um ano "difícil para o euro e para os cidadãos europeus" pelos "desafios em nível interno e externo", mas assegurou que as economias da moeda única "estão mais protegidas que os demais" e dispõem, com o euro, "de uma marca de qualidade" e de "credibilidade".

Para o comissário europeu de Assuntos Econômicos, Joaquín Almunia, a crise "está demonstrando mais que nunca as vantagens da União Econômica e Monetária" e disse que para os países fora do euro a moeda comum é "uma opção cada vez mais atraente.

Almunia lembrou que desde sua criação o euro ofereceu "baixa inflação, impulso ao comércio e ao investimento entre os Estados-membros e facilitou a criação de 16 milhões de empregos nos últimos anos na zona, o triplo do que na década anterior".

Em relação ao futuro, Juncker considerou que é necessário fortalecer as instâncias econômicas comuns tanto em nível interno como externo, pois "a representação do euro ainda é, às vezes, muito fragmentada".

Para o BCE, os principais desafios para os próximos meses e anos serão a crise econômica, o reforço da união econômica e a ampliação do euro, segundo afirmou Trichet em seu discurso.

Os principais grupos da Eurocâmara também celebraram as conquistas do euro em seu 10º aniversário, enquanto críticas foram feitas pelo grupo da Esquerda Unitária -que reclamou das políticas "ultraliberais" dos últimos anos - e pelo grupo eurocético -que expressou suas dúvidas sobre a possibilidade que a moeda única complete outros dez anos de vida. EFE mvs/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG