Tamanho do texto

Kiev, 1 jan (EFE).- A Ucrânia pediu à União Européia (UE) que atue como intermediária em sua disputa com o consórcio russo Gazprom, que suspendeu hoje o fornecimento de gás para este país, informaram fontes diplomáticas ucranianas.

O presidente ucraniano, Viktor Yushchenko, enviou uma carta com esta proposta ao chefe da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, informa a agência "Interfax-Ucrânia".

A Chancelaria informou a Moscou sua iniciativa para coordenar a possível participação da UE nas negociações para o acerto da crise.

A Gazprom interrompeu hoje o fornecimento de gás à Ucrânia após Kiev ameaçar confiscar o combustível russo que transitar por seu território, mas aumentou o fornecimento com destino aos consumidores europeus para até 326 milhões de metros cúbicos de gás diários. EFE bk/fal