disposição para resolver crise do gás - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ucrânia manifesta disposição para resolver crise do gás

A Ucrânia está disposta a assumir um compromisso para que a Europa possa receber novamente o gás natural russo que passa por seu território, declarou na noite deste sábado a primeira-ministra ucraniana, Yulia Timochenko.

AFP |

"Estamos dispostos a assumir um compromisso e fazer tudo ao nosso alcance, inclusive dar passos políticos e técnicos, para que a Europa possa receber o gás natural" bombeado pela Rússia, declarou Yulia Timochenko antes de se encontrar com seu homólogo tcheco, Mirek Topolanek, cujo país preside a União Européia (UE).

Rússia e União Européia assinaram hoje um protocolo de acordo para verificar o trânsito de gás pela Ucrânia, que especifica as condições para o controle do abastecimento para a Europa.

O documento foi firmado durante a visita de Topolanek a seu colega russo, Vladimir Putin, para conseguir a retomada do fornecimento do gás russo a vários países europeus, interrompido há dias devido ao conflito entre Moscou e Kiev.

Segundo Putin, a Rússia reiniciará o fornecimento de gás à Europa quando for aplicado o mecanismo de controle sobre o trânsito pela Ucrânia, mas voltará a interrompê-lo se constatar novos "roubos" de gás.

"Quando o mecanismo de controle entrar em vigor, abriremos imediatamente o gás, mas olharemos quanto gás entra no território ucraniano e quanto gás sai. Se constatarmos roubos e se parte do gás se perder, reduziremos novamente os fornecimentos na mesma quantidade".

or/lm/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG