Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ucrânia e Rússia trocam acusações sobre envio de gás à Europa

Kiev, 7 jan (EFE).- Ucrânia e Rússia se acusaram hoje mutuamente sobre o corte total do envio de gás ao resto da Europa, dentro do conflito comercial que os dois estão inseridos desde do dia 1º de janeiro.

EFE |

A companhia ucraniana Naftogaz afirmou que a empresa russa Gazprom suspendeu totalmente o bombeamento de gás à Ucrânia para seu transporte rumo ao resto da Europa.

"Às 7h44 (3h44, Brasília) foi suspensa totalmente a provisão de gás através da última estação de bombeamento para a Ucrânia, Sudzha", disse à imprensa o porta-voz da Naftogaz, Valentin Zemliaski Segundo ele, ao não receber o gás da Rússia, a companhia ucraniana, por sua vez, se vê "obrigada a cortar totalmente a provisão de gás à Europa".

Por sua parte, a Gazprom denunciou que foi a Ucrânia que cortou totalmente a provisão de gás russo à Europa.

"A Ucrânia cortou o último gasoduto, o quarto", após fechar ontem três, "através dos quais o gás russo era fornecido à Europa", disse a agências de notícias russas o vice-presidente da Gazprom, Aleksandr Medvedev.

O conflito entre Moscou e Kiev levou ontem ao corte total do abastecimento a vários países e à redução do envio a outros vários.

EFE bk/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG