Kiev, 14 jan (EFE).- O presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, aceitou hoje a iniciativa russa de uma cúpula de países consumidores e de passagem de gás russo, mas pediu que aconteça em alguma outra capital européia, como Bruxelas ou Praga.

Yushchenko considerou "oportuno realizar uma cúpula trilateral de chefes de Estado e de Governo entre Ucrânia, Rússia e os países da União Européia (UE) que consomem o gás russo", segundo comunicado divulgado pela Presidência em Kiev.

O líder ucraniano, que visita hoje a Polônia, disse, no entanto, que a Rússia, como parte do atual conflito do gás, não pode receber uma cúpula de tal índole em seu território, como pretende o Kremlin.

O presidente da Ucrânia ressaltou que o local mais apropriado para o encontro seria alguma das grandes cidades européias, como Praga, capital do país que preside este semestre a UE, ou Bruxelas, que acolhe a sede da Comissão Européia.

A Rússia convocou hoje para o próximo sábado em Moscou uma cúpula dos países consumidores e de passagem do gás russo para solucionar a crise de fornecimento à Europa através da Ucrânia.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, propôs o encontro em uma reunião com os governantes de Eslováquia, Bulgária e Moldávia, os três países mais afetados pelos cortes de gás. EFE bk/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.