Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UBS perde 221 milhões de euros no segundo trimestre devido à crise creditícia

Genebra, 12 ago (EFE).- O banco suíço UBS registrou uma perda líquida de 358 milhões de francos (221 milhões de euros) no segundo trimestre do ano, em conseqüência de seus grandes investimentos no setor de créditos de alto risco nos Estados Unidos, que se encontra em plena crise.

EFE |

O maior banco da Suíça detalhou hoje, em comunicado, que nesse mesmo período cortou 2.387 postos de trabalho, reduzindo seu número total de empregados para 81.452.

Os cortes ocorreram principalmente na unidade de gestão de investimentos, responsável pelas posições nos instrumentos creditícios americanos causadores de seus problemas financeiros.

Além disso, o UBS anunciou que dividirá suas atividades em três entidades autônomas dotadas de maior poder e de responsabilidades operacionais.

O grupo assinalou que o objetivo desta nova estrutura é "ganhar transparência nas fontes de criação de valor, mediante a adoção de normas estritas em matéria de disponibilidade e de utilização de capitais e financiamento". EFE is/gs

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG