Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

UBS fechará 19.000 contas sob pressão do fisco americano (imprensa)

O banco suíço UBS vai fechar 19.000 contas abertas discretamente no exterior por residentes americanos, sob pressão do fisco dos Estados Unidos, por suspeitar que tal situação permitiria aos titulares sonegar impostos, informou nesta sexta-feira o New York Times.

AFP |

Os ativos dessas contas serão transferidos a outros bancos ou a outras divisões do UBS. O banco terá, assim, que emitir um cheque para os titulares de suas contas, com o que os fiscais da Receita americana terão documentos para apoiar suas acusações.

Os clientes também podem optar por depositar seu dinheiro em novas contas no exterior, com a obrigação de declarar as somas superiores a 10.000 dólares. "Uma pessoa pode receber o cheque e depositá-lo em qualquer lugar e correr o risco de ser descoberto", segundo um cliente anônimo do UBS citado pelo jornal.

UBS, o maior banco privado do mundo, se comprometeu em julho a não abrir mais contas não declaradas de residentes nos Estados Unidos. O fisco americano estima que o banco suíço tenha ajudado à sonegação de impostos no valor de 300 milhões de dólares.

fga/cha/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG