SÃO PAULO - O suíço UBS espera ter lucro no terceiro trimestre deste ano após reduzir substancialmente sua exposição a hipotecas residenciais e comerciais dos Estados Unidos. O banco notou, contudo, que o ganho deve ser pequeno.

Vale recordar que a instituição ressentiu-se bastante com os problemas no ambiente de crédito depois de montar posições maciças em títulos hipotecários arriscados.

"Apesar de condições de mercado extremamente voláteis, o UBS espera registrar um pequeno lucro no trimestre, com base em estimativas preliminares. O banco também diminuiu substancialmente suas posições relativas a hipotecas residenciais e comerciais dos Estados Unidos, a maioria por meio de vendas", observou a instituição em nota divulgada nesta quinta-feira.

Peter Kurer, novo presidente do UBS, disse a acionistas que o banco ajustou sua base de custos e o número de pessoal para responder aos atuais desafios e que seguirá fazendo o que for necessário para garantir a volta à rentabilidade o quanto antes.

Entre abril e junho, a instituição verificou prejuízo de 358 milhões de francos suíços e redução no valor de ativos da ordem de US$ 5,1 bilhões por causa da exposição à crise "subprime". No trimestre terminado em março de 2008, a perda foi de 11,535 bilhões de francos suíços. Nos três meses até junho do exercício passado, o banco havia ganhado 5,547 bilhões de francos suíços.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.