O UBS, maior banco da Suíça, que teve um grande prejuízo na crise financeira, encerrou as operações de banco privado em Portugal em consequência da conjuntura econômica.

"O UBS está adotando medidas para adaptar-se a um meio econômico oscilante", afirmou uma porta-voz do grupo.

As atividades de banco privado em Portugal, iniciadas em 2008, foram finalizadas, mas as operações de banco de investimentos no país prosseguirão. Nove demissões estão programadas.

O UBS, que divulgará os resultados anuais em 10 de fevereiro, pode anunciar prejuízos de 17,88 bilhões de dólares para 2008, de acordo com a imprensa suíça.

ale/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.