Tamanho do texto

A Tyco Dinaço confirmou nesta segunda-feira que vai encerrar as atividades da fábrica em São Paulo, concentrando toda a sua produção no País na planta de Caxias do Sul, no Estado do Rio Grande do Sul. Segundo a fabricante de tubos, cerca de 120 postos de trabalho na área de produção serão eliminados. A empresa informou ainda que manterá uma central de vendas em São Paulo com 30 funcionários.

"A decisão de consolidar a produção na unidade de Caxias do Sul irá proporcionar uma redução significativa de custos operacionais para a empresa e para seus clientes, permitindo que a companhia enfrente os desafios da atual crise econômica", afirmou Valdecir Bersaghi, diretor geral da Tyco Dinaço. "Nós compreendemos que o impacto deste plano afeta os funcionários de São Paulo e suas famílias. Estamos fazendo todo o possível para que esta transição seja realizada da melhor maneira possível", acrescentou.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo organizou nesta manhã um protesto contra demissões e o fechamento da fábrica. De acordo com o sindicato, cerca de 160 trabalhadores metalúrgicos ocuparam a fábrica nesta manhã, em uma tentativa de impedir a retirada de materiais.