Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

TVs de plasma e LCD são as atrações do Hi-Fi Show

TVs de plasma e LCD são as atrações do Hi-Fi Show Por Jocelyn Auricchio São Paulo, 08 (AE) - Conhecer, experimentar e sonhar. O público que compareceu ao Hi-Fi Show 2008, que ocorreu no Palácio de Exposições do Anhembi, na semana passada, teve a oportunidade de ver e sentir de perto o que há de melhor no mundo do áudio e vídeo.

Agência Estado |

Apesar do espaço pequeno em relação ao pavilhão de exposições do Anhembi, onde os maiores eventos costumam acontecer, a feira trouxe uma infinidade de novidades, algumas vindas dos quatro cantos do mundo.

A Panasonic mostrou sua linha de telas de plasma Full HD, além das suas novas telas LCD, que utilizam uma tecnologia que permite que a tela seja assistida confortavelmente por vários ângulos. A estrela do estande era a tela de plasma com 103 polegadas, um verdadeiro cinema. As pessoas paravam, boquiabertas, na frente do gigante audiovisual, sonhando com o dia que telas dessas dimensões serão acessíveis ao consumidor comum.

A LG mostrou sua linha de LCDs Scarlet. Dispostas em um círculo, as TVs, que tem a traseira feita em material brilhante no tom vermelho, foram exibidas como obras de arte. A nova linha de televisores de plasma, algumas com certificação THX, também encheu os olhos dos visitantes.

A Samsung mostrou sua linha de LCDs com vídeos de games como Street Fighter IV e Soul Calibur IV, chamando muita atenção. O destaque ficou para as TVs Giorgio Armani de 63 polegadas.Com design assinado pelo famoso estilista italiano, a TV LCD Full HD (1920 x 1080p) mostrou classe com sua base em madeira laqueada preta de alto brilho.

Algumas tendências ficaram muito claras na feira: os televisores como objetos decorativos e a adoção ampla dos decodificadores do padrão de TV digital brasileiro. Todos os grandes fabricantes mostraram televisores equipados de fábrica com o sintonizador. Apesar de nenhum aparelho vir pronto para a interatividade, pelo menos por enquanto, é um passo importante para a adoção do sistema em larga escala.

Várias suítes do hotel Holliday Inn, ao lado do Hi-Fi Show, foram transformadas em salas de estar, mostrando equipamentos topos de linha, como um projetor digital capaz de rivalizar com as melhores salas de cinema do planeta. Essa parte da feira, dedicada aos entusiastas, mostrou também projetos de decoração e incorporação de salas de entretenimento, com iluminação controlada e equipamentos topo de linha. Os projetores Full HD, como os modelos apresentados pela Epson, e os pequenos projetores corporativos, como o mostrado pela Samsung, também despertaram interesse, especialmente pelo preço mais acessível e maior durabilidade.

O Hi-Fi Show também mostrou uma casa digital totalmente controlada pelo usuário. Uma série de dispositivos instalados na casa permitiam que qualquer pessoa, ao tocar em uma tela, conseguisse alterar as luzes, ligar e desligar aparelhos e até preparar um banho. No banheiro, uma enorme hidromassagem era controlada até mesmo pelo celular. Com um programinha instalado, o celular marcava o horário do banho ou acionava imediatamente os jatos de água. Quando o banho chegava à temperatura, ideal, o computador central da casa ligava para o celular e uma mensagem de voz avisava que o banho estava pronto. Um sistema digital dessa natureza, com a casa toda integrada, ainda é uma realidade para pouquíssimas pessoas, pois o alto custo, além da necessidade de se preparar a construção da casa para integrar os dispositivos necessários, ainda faz parte de um futuro distante, mas viável.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG