Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

TSE já registrou 197 ocorrências em cidades onde ocorre 2º turno

BRASÍLIA - A julgar pelos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o município gaúcho de Canoas registrou a disputa mais acirrada entre cabos eleitorais e a tradicional boca-de-urna. Nas 30 cidades onde ocorre o segundo turno das eleições municipais, 166 pessoas foram presas acusadas de crime eleitoral, sendo 150 somente em Canoas, onde o PT (Jairo Jorge) e o PTB (Jurandir Maciel) disputam a prefeitura.

Valor Online |

No primeiro balanço divulgado até agora, o TSE acusou 197 ocorrências, entre as quais três de candidatos sem prisão e 28 de pessoas sem prisão. Esses números, entretanto, não incluem seis prisões efetuadas no município maranhense de Benedito Leite, que repete o primeiro turno, já que a votação do início do mês foi anulada depois que urnas eletrônicas foram queimadas.

Até o início da tarde, o TSE anunciou que 357 urnas eletrônicas haviam sido substituídas, o equivalente a 0,45% das 77,9 mil em uso. Era esperado que 27,16 milhões de eleitores voltassem às seções eleitorais hoje para decidir o vencedor do segundo turno nas 30 cidades, todas com mais de 200 mil eleitores, entre as quais 11 capitais.

Um quadro mais recente de como transcorreu o domingo eleitoral será dado em instantes pelo presidente do TSE, ministro Ayres Britto.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG