A nova Alitalia viveu nesta segunda-feira sua primeira greve, uma semana depois de seu nascimento, o que provocou o cancelamento de cerca de trinta voos, segundo os sindicatos, e de apenas quatro, de acordo com a companhia.

O sindicatos dos funcionários, o Sdl, convocou a paralisação de quatro horas (de 10H00 a 14H00 local; de 09H00 a 13H00 GMT) para expressar seu descontentamento frente às reformas feitas e sua preocupação com o futuro social da empresa.

O Sdl também anunciou uma greve de 24 horas em uma data ainda por confirmar.

A nova Alitalia nasceu em 13 de janeiro passado, no dia seguinte ao anúncio de uma aliança com a Air France-KLM, que tomou 25% do capital.

Alitalia, que emprega 12.000 pessoas (o plano de refundação implica a supressão de 3.000 empregos), prevê uma redução de voos em relação à etapa anterior.

nou/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.